Renda em tricô

Print Friendly

No universo encantando do tricô há muitas técnicas. Uma das mais apreciadas é a renda feita com duas agulhas.

Fb_fazendaA renda tricotada, a grosso modo, nada mais é que um tecido compostos de muitos “furos”, organizados de tal maneira a formar desenhos. Para fazê-la, pode ser usado qualquer tipo de fio, embora os mais finos sejam os mais comuns, contanto que as agulhas sejam maiores do que o que seria recomendado para aquela espessura de fio, justamente para que o desenho fique mais visível.

Tanta delicadeza e engenhosidade fazem com quem algumas pessoas acreditem que tricô rendado é muito difícil, coisa para “mestres”. Mas não é bem assim. Analisando friamente, a renda nada mais é que a combinação de um aumento (a laçada, justamente o que vai fazer os “furos”) e diminuições, que podem ser simples (dois pontos tricotados juntos e mate simples), duplas (três pontos tricotados juntos, mate duplo, mate duplo central) e de vez em quando múltiplas.

Pois é! Não é “feitiçaria”!

Até o nosso velho conhecido, o ponto turco (2pj, 1 laç),  não deixa de ser um tipo muito básico de renda. Mas, sim, existem outros pontos com sequências de pontos e de carreiras muito mais complexas, que exigem concentração. E, para aprendê-los, só tempo, paciência e… tentativas.

Se você deseja aprender a fazer renda em tricô, selecionamos alguns vídeos que certamente vão te ajudar com os pontos utilizados.

>> Laçada
>> 2pjm
>> Mate Simples
>> Mate Duplo
>> Mate Duplo Central

O resto é paciência. Sugerimos que comece com pontos mais simples, com sequências menores e, aos poucos, vá avançando. Você vai ver que é mais fácil do que parece.

Sobre Fazenda Caixa Dágua

Fazenda Caixa Dágua - veja mais em http://www.caixadagua.com
Esta entrada foi publicada em PAP e marcada com a tag , , , , , , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Uma resposta a Renda em tricô

  1. Trabalhos de muito bom gosto.Bj

Deixe uma resposta