Meias Tree Roots

Print Friendly

Criação

Natan Viola – www.natanknits.wordpress.com

 

Material

Fio: 1 meada do fio Sock Superwash (Da Fazenda. 100% lã Ideal superwash. 100gr/ 380m)
>> Acesse a nossa loja virtual

Agulha: 2,5mm (circular ou de duas pontas)
Acessórios: agulha de tapeçaria, marcadores

Tamanho
Receita descrita para pé 42, adaptável para outros tamanhos.

Amostra
Após blocada, 27pts x 42 carr = 10cm em pt Jersey

Abreviações
m – meia
t – tricô
Ag – agulha
pt(s) – ponto(s)
carr – carreira
ae – Aumento à esquerda
ad – Aumento à direita
cm – colocar marcador
psf – ponto sem fazer
a1 – Aumento. Pescar o fio flutuante entre dois pontos da carr anterior de frente para trás, 1m torcido.
a1t – Aumento em tricô. Pescar o fio flutuante entre dois pontos da carr anterior de trás para frente
1F/1m – Coloque 1 pt à espera numa agulha auxiliar à frente do trabalho, 1m, trabalhe o ponto da ag auxiliar em meia.
1At/1m – Coloque 1 pt à espera numa agulha auxiliar atrás do trabalho, 1m, trabalhe o ponto da ag auxiliar em meia.

 

Execução

Monte 14 pts em cada ag, utilizando a montagem mágica. Coloque 1 marcador para localizar o início/fim da carr. Prosseguir da seguinte forma:

Carr.1: Meia.
Carr.2: 1m, ad, m até restar 1pt na agulha, ae, 1m.

Repita as duas carreiras acima até ter um total de 32 pts em cada ag. Termine com uma carr em m (Total: 19 carr.)

Chamaremos a agulha com os pontos do peito do pé como ag.1, e a com os da sola de ag.2.

Siga o gráfico para a ag.1, enquanto a ag.2 será sempre trabalhada em meia.

Gráfico

OBS: O gráfico mostra APENAS as carreiras ímpares, todas as carreiras pares são trabalhadas seguindo os pontos – isto é, fazendo meia sobre meia e tricô sobre tricô.

treeroots_legenda grafico1_treeroots

 

Carr.1: 5m, 1At/1m, 4t, 1At/1m, 4m, At/1m, 4t, 1At/1m, 4m, 1At/1m, 1t.
Carr.2 e pares: Seguindo os pontos.
Carr.3: 4m, 1At/1m, 4t, 1At/1m, 4m, 1At/1m, 4t, 1At/1m, 4m, 1At/1m, 2t.
Carr.5: 3m, 1At/1m, 4t, 1At/1m, 4m, 1At/1m, 4t, 1At/1m, 4m, 1At/1m, 3t.
Carr.7: 2m, 1At/1m, 4t, 1At/1m, 4m, 1At/1m, 4t, 1At/1m, 4m, 1At/1m, 4t.
Carr.9: 1m, 1At/1m, 4t, 1At/1m, 4m, 1At/1m, 4t, 1At/1m, 4m, 1At/1m, 5t.
Carr.11: 1m, 1F/1m, 4t, 1F/1m, 4m, 1F/1m, 4t, 1F/1m, 4m, 1F/1m, 5t.
Carr.13: 2m, 1F/1m, 4t, 1F/1m, 4m, 1F/1m, 4t, 1F/1m, 4m, 1F/1m, 4t.
Carr.15: 3m, 1F/1m, 4t, 1F/1m, 4m, 1F/1m, 4t, 1F/1m, 4m, 1F/1m, 3t.
Carr.17: 4m, 1F/1m, 4t, 1F/1m, 4m, 1F/1m, 4t, 1F/1m, 4m, 1F/1m, 2t.
Carr.19: 5m, 1F/1m, 4t, 1F/1m, 4m, 1F/1m, 4t, 1F/1m, 4m, 1F/1m, 1t.

Tricote até atingir a carreira 58 do gráfico. A partir daí, iniciaremos os aumentos da nesga. A única agulha que sofrerá alterações é a ag2, enquanto a ag1 continuará seguindo o gráfico normalmente.

Nesga

Carr.58: (ag.1, gráfico). Ag2: 1m, ad, m até restar 1 pt, ae, 1m.
Carr.36 e pares: continuam em meia.

Mantenha desta forma até a carr. 88 do gráfico. (Total= 32 pts na ag 1, 52 na ag 2)

Virada do calcanhar

Iniciaremos agora a virada do calcanhar. Ela é feita trabalhando em carreiras de ida e volta na agulha 2. Prossiga da seguinte forma:

Carr 84: Ag 1 em meia.
Ag 2
Carr. 1: 26m, cm, 8m, a1, 1m, vire o trabalho.
Carr. 2: laç, t até o marcador, 8t, a1t, 1t, vire o trabalho.
Carr. 3: laç, m até o marcador, 7m, a1, 1m, vire o trabalho.
Carr. 4: laç, t até o marcador, 7t, a1t, 1t, vire o trabalho.
Carr. 5: laç, m até o marcador, 6m, a1, 1m, vire o trabalho.
Carr. 6: laç, t até o marcador, 6t, a1t, 1t, vire o trabalho.
Carr. 7: laç, m até o marcador, 5m, a1, 1m, vire o trabalho.
Carr. 8: laç, t até o marcador, 5t, a1t, 1t, vire o trabalho.
Carr. 9: laç, m até o marcador, 4m, a1, 1m, vire o trabalho.
Carr. 10: laç, t até o marcador, 4t, a1t, 1t, vire o trabalho.
Carr. 11: laç, m até o marcador, 3m, a1, 1m, vire o trabalho.
Carr. 12: laç, t até o marcador, 3t, a1t, 1t, vire o trabalho.
Carr. 13: laç, m até o marcador, 2m, a1, 1m, vire o trabalho.
Carr. 14: laç, t até o marcador, 2t, a1t, 1t, vire o trabalho.

Calcanhar

No calcanhar, iremos cancelar as laçadas feitas para completar as carreiras encurtadas, além de criar o triângulo da nesga. Para isso, trabalharemos, no direito, a laçada feita anteriormente com o ponto que vem depois dela com um mate simples, enquanto que no direito, ela e o ponto seguinte juntos em tricô.

Carr. 15: laç, m até o marcador, 3m, *1m, ms* por 7 vezes, vire o trabalho.
Carr. 16: 1psf, t até o marcador, 3t, *1t, 2jt* por 7 vezes, vire o trabalho.

Note que agora os pontos da sua agulha estão divididos em 3 blocos, dois nas laterais e um central, tendo 16 pontos em cada bloco lateral e 34 no central. Você está trabalhando no bloco central, e irá agora ir matando um a um os pontos laterais, para criar a nesga.

Carr. 17: 1psf, *1m, 1psf* 16 vezes, ms.
Carr. 18: 1psf, 32t, 2jt.

Repita as carr. 17 e 18 até arrematar os 16 pontos do bloco da esquerda (visto pelo direito). Neste ponto, você terá terminado a carreira da agulha, mas estará faltando arrematar um ponto da direita. Por isso, voltaremos a tricotar circularmente.

Termine a carreira e volte a tricotar de onde parou no gráfico, ou seja, iniciaremos a carr. 89 da ag.1. Você deverá ter 66+1pt que restou para arrematar.

Tricote a ag1 seguindo o gráfico, inicie a ag.2 com 1ms e trabalhe o restante em m.

Agora, basta seguir o gráfico para as duas agulhas, fazendo quando necessário a passagem de pontos de uma agulha para a outra, para realizar as tranças de 2 pontos. Para isso, seguiremos o gráfico abaixo, não mais o anterior.

Gráfico

OBS: O gráfico mostra APENAS as carreiras ímpares, todas as carreiras pares são trabalhadas seguindo os pontos – isto é, fazendo meia sobre meia e tricô sobre tricô.

 

 

treeroots_legenda2

treeroots_gráfico2

Carr.1: 4m, 1At/1m, 4t, 1At/1m, 4m, At/1m, 4t, 1At/1m, 4m, 1At/1m.
Carr.2 e pares: Seguindo os pontos.
Carr.3: 3m, 1At/1m, 4t, 1At/1m, 4m, 1At/1m, 4t, 1At/1m, 4m, 1At/1m, 1t.
Carr.5: 2m, 1At/1m, 4t, 1At/1m, 4m, 1At/1m, 4t, 1At/1m, 4m, 1At/1m, 2t.
Carr.7: 1m, 1At/1m, 4t, 1At/1m, 4m, 1At/1m, 4t, 1At/1m, 4m, 1At/1m, 3t.
Carr.9: 1At/1m, 4t, 1At/1m, 4m, 1At/1m, 4t, 1At/1m, 4m, 1At/1m, 4t.
Carr.11: 1F/1m, 4t, 1F/1m, 4m, 1F/1m, 4t, 1F/1m, 4m, 1F/1m, 4t.
Carr.13: 1m, 1F/1m, 4t, 1F/1m, 4m, 1F/1m, 4t, 1F/1m, 4m, 1F/1m, 3t.
Carr.15: 2m, 1F/1m, 4t, 1F/1m, 4m, 1F/1m, 4t, 1F/1m, 4m, 1F/1m, 2t.
Carr.17: 3m, 1F/1m, 4t, 1F/1m, 4m, 1F/1m, 4t, 1F/1m, 4m, 1F/1m, 1t.
Carr.19: 4m, 1F/1m, 4t, 1F/1m, 4m, 1F/1m, 4t, 1F/1m, 4m, 1F/1m.

Tricote até faltar 4cm de onde desejar finalizar o cano, e de inicio a barra.
Faça 7 carreiras em barra 2×2 e arremate.

Sobre Fazenda Caixa Dágua

Fazenda Caixa Dágua - veja mais em http://www.caixadagua.com
Esta entrada foi publicada em Receitas e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Uma resposta a Meias Tree Roots

  1. Siusi Cor disse:

    tem receita de meia simples pra gente q so sabe fazer ponto tricot e ponto meia?

Deixe uma resposta