Casaquinho Floresta

Print Friendly

Criação Beatriz Medina

>> Clique aqui para favoritar essa receita no Ravelry

Tamanhos: 3 a 6 meses, 6 a 9 meses, 9 a 12 meses. Quando só houver uma indicação, ela vale para todos os tamanhos. O modelo da foto foi feito no tamanho 6 a 9 meses.

Material
2 meadas de Sock Superwash (Da Fazenda. 100% lã Ideal. 100gr/ 380m) em duas cores: A (marrom) e B (verde).
Agulhas 3 mm. Você pode usar uma circular de 80 cm de comprimento para fazer o casaquinho inteiro e trabalhar as mangas fechadas com a técnica de dois laços mágicos ou com jogo de 5 agulhas. Também é possível fazer o casaquinho todo em agulhas retas, com exceção do acabamento final, que é trabalhado em carreiras circulares.
3 botões

AMOSTRA
Em cordões de tricô
10 cm = 26 pt e 52 carr

Em jérsei
10 cm= 25 pt e 33 carr

Abreviaturas
m = meia
t = tricô
pt = ponto
carr = carreira
laç = laçada
psf = ponto sem fazer
jm = juntos em meia
jt = juntos em tricô
ltd = laçada torcida à direita (veja como fazer esse aumento)
lte = laçada torcida à esquerda

laçadatorcida

Laçada torcida: para a esquerda e para a direita.

corr = correntinha
próx = próximo, próxima
pm = passe o marcador
seg = seguinte
av = avesso
trab = trabalho
ams = avesso do mate simples: com o fio na frente do trabalho, passe dois psf em meia, em sequência (primeiro um, depois o outro); devolva-os como estão para a agulha esquerda; faça então 2 juntos em tricô torcido (enfiando a agulha pelo fio de trás dos dois pontos).
amd = avesso do mate duplo: com o fio na frente do trabalho, passe três psf em meia, em sequência (um depois do outro); devolva-os como estão para a agulha esquerda; faça então 3 juntos em tricô torcido (enfiando a agulha pelo fio de trás dos três pontos).
mdc = mate duplo central: passe dois pontos juntos sem fazer em meia, 1 m, derrube sobre este ponto trabalhado os dois passados sem fazer.
ms = mate simples: passe 1 psf em m, 1 m, derrube o psf sobre o pt recém-tricotado.
md = mate duplo: passe 1 psf em m, 2 jm, derrube o psf sobre este último pt tricotado.

Notas
Arremate: Use o arremate com laçadas em meia. Comece fazendo uma laçada invertida (ou seja, o fio que vem do ponto anterior passa por trás da agulha direita, envolve a agulha por cima e volta para trás), 1 m; derrube a laçada sobre o pt trabalhado; em seguida, *laçada invertida, 1 m, derrube a laçada e o ponto anterior sobre o ponto recém-trabalhado*; repita de * a *.
Levantamento de pontos: Para levantar pontos nas laterais das várias partes do casaquinho, guie-se pelas correntinhas formadas pelos pontos de borda; em cada correntinha, que equivale a duas carreiras, levanta-se um ponto.

Pala
Comece pela frente direita:
Com a cor A, montar 18 (20, 22) pontos. Fazer 14 (16, 18) carreiras em meia _ 7 (8, 9) cordões de tricô ou 2,5 cm, 3 cm, 3,5 cm). Em todas as carreiras, passe o primeiro ponto sem fazer em tricô com o fio pela frente.

Canto
1ª carr: 1 psf, 16 (18, 20) m; resta 1 pt na agulha esquerda; vire o trab.
2ª carr e todas as pares: laç, em meia até o fim.
3ª carr: 1 psf, 15 (17, 19) m; vire o trab.
5ª carr: 1 psf, 14 (16, 18) m; vire o trab.
Continue trabalhando nesse padrão: a cada carr ímpar, faça um ponto a menos antes de virar o trab e comece as carr pares com uma laç, até chegar à:
penúltima carr: 1 psf; vire o trab.
última carr: laç, 1 m.
Agora a carreira na diagonal:
1ª carr: 1 psf, fazer 2 jm até o final da carreira (Nota: esses 2 jm são uma laç e um ponto deixado à espera).
2ª carr: 1 psf, m até o fim.
Em seguida, comece a virar o canto:
1ª carr: 1 psf, vire o trab.
2ª carr: laç, 1 m.
3ª carr: 1 psf, 2 jm, vire o trab.
4ª carr: laç, 2 m.
5ª carr: 1 psf, 1 m, 2 jm, vire o trab.
6ª carr: laç, 3 m.
7ª carr: 1 psf, 2 m, 2 jm, vire o trab.
8ª carr: laç, 4 m.
9ª carr: 1 psf, 3 m, 2 jm, vire o trab.
10ª carr: laç, 5 m.
Continue trabalhando dessa maneira: em cada carr ímpar, faça um m a mais antes do 2 jm, vire o trab; comece todas as carr pares com 1 laç. Siga assim até a:
penúltima carr: 1 psf, em m até restarem 2 pt, 2 jm, vire o trab.
última carr: 1 psf, em m até o fim.
Pronto, canto virado; você tem 18 (20, 22) pontos na agulha.
Em seguida, para o ombro direito da pala, faça 14 (16, 18) carr em meia: 7 (8, 9) cordões. Marque o meio dessa parte.
Repita as carreiras do canto.
Para as costas da pala, siga fazendo 36 (40, 44) carreiras em meia: 18 (20, 22) cordões. Marque o meio dessa parte.
Repita as carreiras do canto.
Faça então o ombro esquerdo da pala: 14 (16, 18) carreiras em meia: 7 (8, 9) cordões. Marque o meio dessa parte.
Repita as carreiras do canto.
Finalmente, a frente esquerda da pala: faça 14 (16, 18) carreiras em meia — 7, (8, 9) cordões — e arremate.

Mangas
É possível fazer a manga com ou sem com costura, mas o começo é igual nos dois casos.
Observe que os pontos passados sem fazer no início das carreiras da pala formaram uma correntinha na borda. Use essa correntinha para levantar os pontos.
Com o fio da cor B e o direito do trab voltado para você, levante 1 ponto no cordão de tricô central (que você marcou) do ombro direito da pala; levante mais um ponto à esquerda. Vire o trab.
1ª carr: 1 psf, 1 t. Levante um ponto em tricô na próx corr da lateral da pala e vire o trab.
2ª carr: 1 psf, 1 ltd, insira um marcador, m, 1 lte, 1 m, levante 1 pt em meia na próx correntinha da lateral da pala. Vire o trab.
3ª carr: 1 psf, 3 t, pm, 2 t. Levante um pt em t na próx corr da lateral da pala e vire o trab.
4ª carr: 1 psf, 2 m, 1 ltd, pm, m, 1 lte, 3 m, levante 1 pt em meia na próx corr da lateral da pala e vire o trab.
5ª carr: 1 psf, 5 t, pm, 5 t, levante um pt em t na próx corr da lateral da pala e vire o trab.
6ª carr: 1 psf, 4 m, 1 ltd, pm, m, 1 lte, 5 m, levante 1 pt em m na próx corr da lateral da pala e vire o trab.
7ª carr: 1 psf, 7 t, pm, 6 t, levante um pt em t na próx corr da lateral da pala e vire o trab.
8ª carr (troque para a cor A): 7 m, 1 ltd, pm, m, 1 lte, 7 m, pule uma corr da lateral da pala e levante 1 ponto em m na corr seg; vire o trab.
9ª carr: 10 m, pm, 8 m, pule uma corr da lateral da pala e levante 1 pt em m na corr seg; vire o trab.
10ª carr (troque para a cor B; a partir de agora, em todas as carr pares, cruze pelo av os fios de cor diferente): em m até o marcador, 1 ltd, pm, m, 1 lte, em m até o final, levante 1 pt em m na próxima correntinha da lateral da pala e vire o trab.
11ª carr: 1 psf, em t até o marcador, pm, em t até o fim, levante um pt em t na próx corr da lateral da pala e vire o trab.
12ª carr: 1 psf, em m até o marcador, 1 ltd, pm, m, 1 lte, em m até o final, levante 1 pt em m na próx corr da lateral da pala e vire o trab.
13ª carr: Igual à 11ª carr.
14ª carr: 1 psf, em m até o marcador, 1 ltd, pm, m, 1 lte, em m até o final, pule uma corr da lateral da pala e levante 1 pt em m na corr seg; vire o trab.
15ª carr: 1 psf, em t até o marcador, pm, em t até o fim, pule uma corr da lateral da pala e levante 1 pt em m na correntinha seguinte; vire o trab.
16ª e 17ª carr: iguais à 12ª e à 13ª carr.

Continue repetindo da 8ª à 17ª carreiras (duas carreiras formando um cordão de tricô na cor A, oito carreiras em ponto jérsei na cor B) até terminarem as corr da lateral do ombro da pala. Você terminará com uma carreira do avesso.
Faça as quatro carreiras seguintes obedecendo ao padrão já estabelecido, mantendo os aumentos centrais, mas, em vez de terminar as carr levantando pontos na lateral da pala, termine-as fazendo 1 ponto trabalhado pela frente e por trás.
Continue respeitando a alternância de 2 carr em cordão de tricô na cor A e 8 carr em jérsei na cor B e cruze sempre os fios de cor diferente ao passar de uma carreira a outra.
ATENÇÃO: Abaixo, a descrição das próximas carreiras; veja bem em que ponto do padrão de cores você está e comece a segui-las por aí
Nota: Se quiser fazer a manga circularmente, você a fechará na próxima carreira do direito. Se usar uma circular longa, substitua o marcador central e o marcador do início de carreira pelos laços mágicos.

Cor B:
1ª carr: 1 m, 2 jm, trab em m até o marcador, 1 ltd, pm, m, 1 lte, em m até faltarem 3 pontos, ms, 1 m.
2ª, 4ª, 6ª e 8ª carr: 1 psf, em t até o final (se for trab aberto) ou toda em meia (se for trab circular).
3ª carr: 1 psf, 2 jm, em meia até o marcador, 1 ltd, pm, m, 1 lte, em m até faltarem 3 pt para terminar a carr, ms, 1 m.
5ª carr: 1 psf, 3 jm, em meia até o marcador, 1 ltd, pm, m, 1 lte, em m até faltarem 4 pt para terminar a carr, md, 1 m.
7ª carr: igual à 3ª carreira.
Cor A:
1ª carr: 1 m, 2 jm, em m até faltarem 3 pt para terminar a carr, 1 ms, 1 m (não faça os aumentos centrais).
2ª carr: toda em m (se for trab aberto) ou toda em t (se for trab circular).

Siga trabalhando assim até a espinha central da manga medir 13,5 (15; 16,5) cm, terminando com uma carreira do avesso. A partir daí, você trabalhará em carreiras de ida e volta, mesmo que esteja fazendo a manga circularmente.
Darei a seguir as instruções em separado para trabalho aberto e trabalho circular. Preste atenção: talvez o seu trab não comece pela primeira carreira na cor B; veja em que ponto do padrão você está e comece por aí.

Mangas abertas (não esqueça de cruzar os fios de cor diferente em todo início de carreira):
Cor B:
1ª carreira (direito): 1 psf, 2 jm, em m até faltarem 2 pt para o marcador; 2 jm, tire o marcador. Vire o trab.
2ª, 4ª, 6ª e 8ª carr (avesso): 1 psf, em t até o fim.
3ª carr: 1 psf, 2 jm, em meia até faltarem 2 pt, 2 jm.
5ª carr: 1 psf, 3 jm, em meia até faltarem 3 pt, 3 jm.
7ª carr: igual à 3ª carr.
Cor A:
1ª carr (direito): igual à 5ª carr.
2ª carr (avesso): 1 psf, em meia até o fim.
Repita a sequência até se esgotarem todos os pontos. Arremate.
Trabalhe agora os pontos da outra parte da manga que ficaram à espera e faça, sem esquecer de manter a sequência do padrão de cores:
Cor B:
1ª carreira (direito): 1 md, em m até faltarem 3 pt para o final; 1 ms, 1 m. Vire o trab.
2ª, 4ª, 6ª e 8ª carr (avesso): 1 psf, em t até o fim.
3ª carr: 1 ms, em m até faltarem 3 pt, 1 ms, 1 m.
5ª carr: 1 md, em m até faltarem 4 pt, 1 md, 1 m.
7ª carr: igual à 3ª carr.
Cor A:
1ª carr (direito): igual à 5ª carr.
2ª carr (avesso): 1 psf, em m até o fim.
Repita a sequência até se esgotarem todos os pontos. Arremate mas não corte o fio da cor A.
Punho: Com a cor A, levante 36 pt na borda da manga e faça 8 carr em m (4 cordões de tricô). Arremate.

Mangas feitas circularmente (não esqueça de cruzar os fios de cor diferente em todo início de carreira):
OBS: no caso das mangas feitas circularmente, o trab fica mais fácil se a carr seguinte for na cor B. Assim, se vc chegar ao comprimento indicado para a manga ao fazer uma 8ª carreira na cor B, trabalhe as duas carreiras seguintes na cor A seguindo o padrão e só depois comece o trab a seguir. Se estiver em qualquer outro ponto do padrão, veja abaixo qual será a sua próx carr e parta daí; mas, seja qual for o ponto onde estiver, termine a segunda carreira com o avesso de mate duplo.

Cor B:
1ª carr: 1 m, 2 jm, em meia até faltarem 2 pt para o marcador central; faça um ms e tire o marcador central. Vire o trab.
2ª carr (avesso): 1 psf, em t até voltar ao início da carr; cruze os fios e faça 1 t, 1 ams, em t até faltarem 3 pt para o centro, amd. Vire o trab.
3ª carr (direito): 1 psf, em m até o início da carr; cruze os fios e faça 1 m, 2 jm, em m até faltarem 2 pt, 2 jm. Vire o trab.
4ª carr (avesso): 1 psf, em t até voltar ao início da carreira; cruze os fios e faça 1 t, 1 ams, em t até faltarem 2 pt para o centro, ams. Vire o trab.
5ª carr (direito): 1 psf, em m até o início da carr; cruze os fios e faça 1 m, 3 jm, em m até faltarem 3 pt, 3 jm. Vire o trab.
6ª carr (avesso): 1 psf, em t até o início da carr; cruze os fios e faça 1 t, 1 amd, em t até faltarem 3 pt para o centro, amd. Vire o trab.
7ª e 8ª carr: iguais às 3ª e 4ª.
Cor B e A:
9ª carr: 1 psf, em m até o início da carr; cruze e troque os fios; com a cor A, faça 1 m, 3 jm, em m até faltarem 3 pt, 3 jm. Vire o trab.
Cor A:
10ª carr: 1 psf, em m até o início da carr; cruze os fios e faça 1 t, 1 amd, em t até faltarem 3 pt para o centro, amd. Vire o trab.
Cor A e B:
11ª carr: 1 psf, em t até o início da carr; cruze e troque os fios; com a cor B, faça 1 m, 2 jm, em m até faltarem 2 pt, 2 jm. Vire o trab.
Cor B:
12ª carr: igual à 4ª carr.
A partir daí, repita a sequência da 3ª à 12ª carr até restarem 6 pt na agulha; na próx carr do direito, faça 1 ms, 2 jm, 2 jm; volte em t e termine com 1 md. Arremate e não corte o fio da cor A.
Punho:
Com a cor A, levante 36 pt na borda da manga e faça 4 cordões de tricô (ou seja, 4 × [1 carr m, 1 carr t]. Arremate.

Na parte da pala correspondente ao outro ombro, faça a outra manga igual. Se fez as mangas abertas, costure-as.

CORPO
O corpo começa da mesma forma que as mangas.
Pelo direito do trab, com o fio da cor B e partindo do ponto marcado no centro das costas da pala, levante 1 pt e, ao lado, outro pt. Vire o trab.
Cor B:
1ª carr: 1 psf, 1 t, levante 1 ponto em tricô. Vire o trab.
2ª carr: 1 psf, 1 m, 1 ltd, ponha um marcador, m, 1 lte, 1 m, levante 1 pt em meia. Vire o trab.
3ª carr e todas as carreiras do avesso na cor B: 1 psf, em t até acabarem os pt, levante 1 pt em t. Vire o trab.
4ª e 6ª carr : 1 psf, em m, até o marcador, 1 ltd, pm, m, 1 lte, em m até acabarem os pt, levante 1 pt em meia. Vire o trab.
Cor A:
8ª carr: em m até o marcador, 1 ltd, pm, m, 1 lte, em m até acabarem os pt, levante 1 pt em meia. Vire o trab.
9ª carr: 1 psf, em m até acabarem os pt, levante 1 ponto em m. Vire o trab.
Cor B:
10ª carr: igual à 8ª carr.
A partir daí, repita sempre as seguintes dez carreiras: 7 carreiras em jérsei na cor B sendo as do direito iguais à 4ª carr, as do avesso iguais à 3ª carr, terminando com uma carreira do avesso; em seguida, a 8ª, a 9ª e a 10ª carreiras. Siga esse padrão até a linha central do corpo medir 14 (16, 18) cm ou o comprimento desejado.
A partir daí, passe a trabalhar da seguinte maneira, respeitando o padrão de 8 carreiras em jérsei na cor B, 2 carreiras em cordão de tricô na cor A:
1ª carr (direito): 1 psf (ou não, caso seja uma carr de troca de cor), em m até faltarem 2 pt para o marcador; 2 m jt, retire o marcador e vire o trab. Deixe à espera os pontos do outro lado do ponto-guia central.
2ª carr (avesso): em t (se for carreira na cor B) ou em m (se for carr na cor A) até terminarem os pt; levante 1 pt em tricô (na cor B) ou em m (na cor A). Vire o trab. Nota: Essas carreiras NÃO começam com psf!
3ª carr (direito): 1 psf (ou não, caso seja uma carr de troca de cor), em m até faltarem 2 pt para acabar, 2 m jt. Vire o trab.
Repita a 2ª e a 3ª carreiras, respeitando o padrão de cores e pontos, até terminarem os pontos das costas; continue trabalhando do mesmo modo, mas agora levantando pontos na base da manga (6 pontos para o sovaco) e depois na frente da pala até chegar à borda da frente, terminando com uma carreira do direito. Começam então as diminuições para terminar esse lado do corpo do casaquinho:
1ª carr (avesso): Em t (na cor B) ou em m (na cor A) até faltarem 2 pt para terminar a carreira; 1 ams (na cor B) ou 2 m jt (na cor A). Vire o trab.
2ª carr (direito): em m até faltarem 2 pt para o final, 2 m jt. Vire o trab.
3ª carr (avesso): igual à 1ª carr.
4ª carr (direito): ms, em m até faltarem 2 pt para o final, 2 m jt. Vire o trab.
Repita essas 4 carreiras, obedecendo ao padrão de cores e pontos, até os pontos se esgotarem. Arremate e corte os fios.

Agora, retome o trab nos pontos que ficaram à espera, da seguinte maneira:
1ª carr (direito): ms, em meia até terminarem os pt, levante 1 pt em meia.
2ª carr (avesso): 1 psf, em t (na cor B) ou em m (na cor A) até faltarem 2 pt para terminar a carreira, 1 ams (na cor B) ou 2 m jt (na cor A). Vire o trab.
3ª carr (direito): Em m até terminarem os pontos, levante 1 pt em meia. Nota: essas carr NÃO começam com psf!
Repita sempre a 2ª e a 3ª carreiras, respeitando o padrão de cores e pontos, até terminarem os pontos das costas; passe então a levantar pontos na base da manga (6 pontos para o sovaco) e depois na frente da pala até chegar à borda, terminando com uma carreira do avesso. Agora começam as diminuições para terminar esse lado do corpo do casaquinho.
1ª carr (direito): 1 psf, em m até faltarem 2 pt para terminar a carreira, 2 mjt. Vire o trab.
2ª carr (avesso): em t (na cor B) ou em m (na cor A) até faltarem 2 pt para o final; ams (na cor B) ou 2 jtm (na cor A). Vire o trab.
3ª carr (direito): igual à 1ª carr.
4ª carr (avesso): 2 jt (na cor B) ou ms (na cor A), siga em t (na cor B) ou em m (na cor A) até faltarem 2 pt para o final; ams (na cor B) ou 2 jtm (na cor A). Vire o trab.
Repita essas 4 carreiras, obedecendo ao padrão de cores e pontos, até os pontos se esgotarem. Arremate e corte os fios.

CAPUZ

No meio do decote das costas da pala, comece o capuz do mesmo jeito que começou o corpo. Mas nas costas do decote há uma alteração importante: em vez de usar 1 corr do decote da pala para levantar 1 pt no final de cada carreira, você vai usar a mesma corr do decote para levantar 1 ponto novo em 2 carreiras subsequentes. Isso formará o franzido da traseira do capuz que dá mais folga para a cabeça do bebê. Veja a seguir:

No meio do decote das costas e com o fio da cor B, levante 1 pt e, ao lado, outro pt.
1ª carr (avesso): 1 psf, 1 t. Levante um ponto em tricô na próx corr do decote da pala e vire o trab.
2ª carr (direito): 1 psf, 1 ltd, insira um marcador, m, 1 lte, 1 m, levante 1 pt em meia na mesma correntinha do decote da pala onde levantou o segundo pt meia do início. Vire o trab.
3ª carr: 1 psf, 3 t, pm, 2 t. Levante um pt em t na mesma corr do decote da pala usada na carr ímpar anterior. Vire o trab.
4ª carr: 1 psf, 2 m, 1 ltd, pm, m, 1 lte, 3 m, levante 1 pt em meia na próx corr do decote da pala. Vire o trab.
5ª carr: 1 psf, 5 t, pm, 5 t, levante um pt em t na próx corr do decote da pala. Vire o trab.
6ª carr: 1 psf, 4 m, 1 ltd, pm, m, 1 lte, 5 m, levante 1 pt em m na mesma corr do decote da pala usada na carr par anterior.
7ª carr: 1 psf, 7 t, pm, 6 t, levante um pt em t na mesma corr do decote da pala usada na carr ímpar anterior.
Cor A:
8ª carr: 7 m, 1 ltd, pm, m, 1 lte, 7 m, levante 1 ponto em m na próx corr do decote da pala. Vire o trab.
9ª carr: 10 m, pm, 8 m, levante 1 pt em m na próx corr do decote da pala. Vire o trab.
Volte à cor B e, a partir de agora, em todas as carr pares, cruze pelo av os fios de cor diferente. Prossiga obedecendo o padrão de cores e faça:
10ª carr: em m até o marcador, 1 ltd, pm, m, 1 lte, em m até o final, levante 1 pt na mesma corr do decote da pala usada na carr par anterior. Vire o trab.
11ª carr: 1 psf, em t (na cor B) ou em m (na cor A) até o marcador, pm, em t (cor B) ou m (cor A) até o fim, levante um pt em t (cor B) ou m (na cor A) na mesma corr do decote da pala usada na carr ímpar anterior. Vire o trab.
12ª carr: 1 psf, em m até o marcador, 1 ltd, pm, m, 1 lte, em m até o final, levante 1 pt em m na próx corr do decote da pala. Vire o trab.
13ª carr: 1 psf, em t (cor B) ou m (cor A) até o marcador, pm, em t (cor B) ou m (cor A) até o fim, levante um pt em t na próx corr do decote da pala. Vire o trab.
Repita essas quatro carreiras até terminarem os pontos das costas do decote; a partir daí, trabalhe sempre a 12ª e a 13ª carreiras até a linha central da parte traseira do capuz medir 13 (14, 15) cm. As próximas 30 carreiras NÃO TÊM AUMENTOS NO CENTRO DO CAPUZ; mas não tire o marcador central, pois ele será útil em seguida.
Depois dessas 30 carreiras sem aumentos centrais, você passará a fazer um mdc no meio das carreiras do direito. Guie-se pelo marcador: trabalhe até faltar 1 pt para o marcador, tire o marcador e faça 1 mdc. Siga até o fim da carreira e levante 1 pt em meia. Agora é mais fácil usar um marcador removível no ponto central em vez do marcador fixo na agulha.
Quando terminarem os pontos da pala, prossiga o trabalho assim (sempre seguindo o padrão de cores e pontos):
1ª carr (direito): 1 ms, em m até o centro, 1 mdc, em m até faltarem 2 pt para terminar a carr, 2 mjt. Vire o trab.
2ª carr (avesso): Em t (cor B) ou em m (cor A). Vire o trab.
3ª carr (direito): igual à 1ª carr.
4ª carr (avesso): 2 jt (cor B) ou ms (cor A), em t (cor B) ou m (cor A) até faltarem 2 pt para o final; ams (cor B) ou 2 jm (cor A). Vire o trab.
Repita essas 4 carreiras, obedecendo ao padrão de cores e pontos, até os pontos se esgotarem. Arremate e corte os fios.

ACABAMENTO E FAIXA DE ABOTOAMENTO
Pelo direito do trab e com o fio da cor A, comece pela base do capuz e levante 4 pt a cada 5 corr da borda do capuz; em seguida, dando toda a volta na frente e na barra do casaquinho, levante 1 pt a cada corr da borda; ponha marcadores no final do capuz, antes do ponto do canto da primeira frente, antes do ponto do canto da segunda frente e no final da carreira. Junte os pontos para trabalhar carreiras circulares em cordões de tricô (ou seja, 1 carr em m, 1 carr em t).
Faça a primeira carr em t.
Nas carr em m, ao chegar aos cantos da frente faça 1 ltd, pm, m, 1 lte.
Na 6ª carr (é uma carr em m), depois do marcador que indica o final do capuz faça: 1 m, 2 jm, laç, ms, 5 m, 2 jm, laç, ms, 5 m, 2 jm, laç, ms; continue a carreira normalmente. Na carreira seguinte em tricô, trabalhe 1 t e 1 m em cada laç.
Na carreira seguinte, retire o marcador de final de carreira, arremate os pontos do capuz, retire o marcador do final do capuz e siga a carreira em meia normalmente, sem esquecer os aumentos dos cantos. Quando terminar, vire o trab e volte em meia. A partir desse ponto, as carreiras serão de ida e volta. Faça mais 4 carreiras em meia, não esquecendo dos aumentos nos cantos nas carreiras do direito. Ao terminar, você terá 7 cordões de tricô. Arremate os pontos pelo direito do trab.

Esconda todas as pontas de fio, pregue os botões e, se sentir necessidade, molhe e estique de leve o casaquinho na horizontal até secar.

Sobre Fazenda Caixa Dágua

Fazenda Caixa Dágua - veja mais em http://www.caixadagua.com
Esta entrada foi publicada em Novidades, Receitas e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

2 respostas a Casaquinho Floresta

  1. Elza Guerra disse:

    Como faço para favortar no Ravelry? Fui lá e não percebi nada!! É uma receita e tanto!! P’ra ninguém botar defeito!! Merece o “favoritar”!! Parabéns!! Abs.

  2. siusi disse:

    meias, meias meias vcs nao devem ser assim tao dificeis de serem feitas

Deixe uma resposta